Abastecimento de água irregular afetou 18,4 milhões de brasileiros em 2019

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), até o final de 2019 a falta de abastecimento de água regularmente ocorria em 10% dos domicílios no Brasil. Divulgado em novas notícias no dia 6 de maio, o levantamento feito pelo instituto aponta que a situação mais grave foi identificada no Nordeste, onde um domicílio a cada quatro não contava com a frequência do abastecimento de água diariamente.

No ano passado, o Brasil registrou um total de 72,4 milhões de domicílios. Dentre esse total, a maioria representada por 97,6% contava com a água canalizada. Contudo, 63,8 milhões que corresponde a 88,2% do total tinha, além da água, todos os demais serviços incluídos na rede geral de abastecimento. Nesse último caso, 85,5% das pessoas contavam exclusivamente com a rede geral de abastecimento.

Outro dado interessante é que entre as pessoas que tinham acesso aos serviços gerais de distribuição, uma parcela de 88,5% contava com o recebimento de água diariamente. Nesta população, 5% dos domicílios declararam que a frequência do abastecimento chegava a até seis vezes por semana, enquanto que 4,9% do total declararam receber água três vezes por semana no ano passado.

Esses dados mostram que no ano passado 6,1 milhões de casas do país não tinham o abastecimento de água garantido diariamente, e isso impactou na vida de cerca de 18,4 milhões de pessoas no país.

Contudo, o Nordeste apresentou o pior cenário dentre as regiões do país. A pesquisadora e analista Adriana Beringuy informou que apenas 69% dos domicílios no Nordeste contavam com o abastecimento de água todos os dias. Além disso, 11,6% dos domicílios na região contavam com abastecimento em até seis dias da semana e 14,2% informaram que a água canalizada chegava às torneiras em no máximo três vezes por semana. Isso significa que 25,8% dos domicílios no Nordeste não tiveram o abastecimento de água regular.

“A nossa conclusão é que os lares nordestinos não contam com o abastecimento de água regular, mesmo no caso daqueles que já possuem os demais serviços da rede geral de abastecimento”, informa Adriana.

Não basta lavar bem as mãos, também é preciso higienizar as compras: conheça alguns cuidados nesse sentido se proteger da Covid 19

O distanciamento social é uma das principais recomendações dos órgãos de saúde para evitar a disseminação ainda maior do novo coronavírus (Covid-19). Lavar frequentemente as mãos com água e sabão ou usar álcool gel; usar máscara sempre que sair de casa, especialmente em locais poucos ventilados; e evitar tocar no rosto são outras orientações das autoridades no assunto. Todavia, não é só isso — não se pode esquecer de tomar os devidos cuidados também com as compras que “vem da rua”.

Isso mesmo, a higienização de tudo que vem de fora — seja do mercado, da farmácia, da feira ou de outros locais — é fundamental e precisa de atenção. Isso porque, segundo as notícias dos especialistas, sacos plásticos e demais embalagens também podem servir como meio de contaminação para a Covid-19. Ou seja, a transmissão acontece, sim, somente de pessoa para pessoa, mas pode ser tanto de forma direta (tendo contato quem está contaminado) quanto indireta (tendo contato com uma superfície contaminada por alguém que está contaminado e levar as mãos não higienizadas ao rosto, por exemplo).

De acordo com o infectologista Jean Gorinchteyn, do Hospital Emílio Ribas, de São Paulo, água e sabão já são suficientes para limpar itens que vêm em embalagens de plástico, como é o caso dos produtos de limpeza. Já para higienizar os produtos que são à base de papelão, um pano umedecido com um pouco de álcool a 70% funciona bem — “passa o pano e pode colocar no armário de forma tranquila”, afirma ele.

As frutas e legumes, por sua vez, precisam ser deixados em um recipiente com água e quatro gotas de hipoclorito de sódio, orienta Gorinchteyn — “mantém por cinco ou dez minutos, depois despreza essa água e lava com água corrente normalmente”, acrescenta o infectologista.

Para os casos das carnes, os cuidados também devem ser com as embalagens, e não com o conteúdo em si, alerta Jean Gorinchteyn — “então, chego em casa, abro essas embalagens de forma cuidadosa e já jogo no lixo. Lavo a mão com água e sabão, porque vou estar do lado da pia, e coloco [a carne] em outro recipiente no qual eu possa guardar na geladeira”, esclarece.

De acordo com Gorinchteyn, ainda é preciso ter cuidado com as sacolas plásticas — o mais indicado é descartá-las, assim como as embalagens de papel, uma vez que não se sabe quem e quantos manipularam esses itens recentemente, conclui o infectologista Hospital Emílio Ribas.

Otimização de conversão para celular: tudo sobre velocidade

Hoje, quase ninguém suporta sites e aplicativos móveis volumosos e inconvenientes. As pessoas esperam poder tirar o máximo proveito dos smartphones populares na velocidade da luz. Para atender à necessidade dos clientes na rápida navegação na Internet, os especialistas em marketing devem pensar em usar métodos destinados a eliminar limitadores de velocidade.

O desejo de gratificação imediata – esse termo psicológico agora descreve não apenas o comportamento de crianças pequenas. O mundo móvel instilou em nós o hábito de receber o que queremos, aqui e agora, sem demora. É por isso que as marcas devem cuidar de seus usuários nesses micro momentos em que procuram o site da empresa, solicitam informações e notícias sobre o produto ou um guia para seu uso.

60% dos usuários admitiram que, graças à pesquisa on-line, a decisão de comprar atualmente é muito mais fácil do que há alguns anos atrás. Para as marcas, são esses micro-momentos que duram uma fração de segundo que são de tremenda importância.

Algumas estatísticas – Se seu site ou aplicativo para celular for desconfortável ou muito lento, 29% dos usuários de smartphones mudarão imediatamente para uma solução alternativa de concorrente. O motivo é a insatisfação das necessidades dos clientes em potencial: 70% farão isso por causa do download lento de arquivos e 67% se a compra ou a busca de informações exigir muitas etapas intermediárias.

Elimine etapas desnecessárias – Se a velocidade diminui, movimentos desnecessários são irritantes. Em outras palavras, a funcionalidade móvel é fundamental. Quanto mais ações o seu produto implica, mais cedo o usuário cometerá um erro.

Pense no objetivo do seu site ou aplicativo para celular. O que você está tentando levar para um novo nível – atividade do usuário, vendas por celular, número de registros, chamadas ou visitas à página? Comece definindo seus objetivos e maneiras de eliminar etapas desnecessárias do usuário no caminho para isso.

Antecipando desejos – É importante ser capaz de reconhecer rapidamente o que o cliente deseja antes do momento em que ele próprio percebeu isso.

Primeiro, confira as principais descobertas de conteúdo e análises para celular. O que exatamente o usuário faz no seu site para celular? Em seguida, considere as seguintes maneiras de melhorar sua versão para celular:

Coloque os botões da frase de chamariz no local mais visível da sua página inicial e oculte os botões para ações menos importantes nos cabeçalhos do menu.

Use os recursos GPS integrados dos smartphones. 61% dos usuários têm mais chances de fazer compras em sites e aplicativos para celular que levam em consideração informações sobre sua localização.

Sony afirma que PS5 será lançado até o fim do ano

Notícias: a Sony publicou os resultados fiscais do primeiro trimestre do ano e durante o comunicado assegurou que o PlayStation 5 será lançado ainda em 2020. Entenda mais!

A pandemia causada pelo Covid-19 se mostrou uma preocupação não só para o setor de saúde, como também a indústria. De acordo com a Sony, “ocorreu um leve impacto na produção do PS4 por conta do fornecimento de seus componentes”, contudo a demanda atual está sendo suprida pelos insumos em estoque.

A companhia também assegura que ainda não surgiram grandes problemas durante o desenvolvimento de jogos ou na plataforma do console, seja em seus estúdios próprios ou de seus parceiros.

Em relação a receita do atual console, a empresa afirma que as vendas atingiram 110 milhões de unidades, contudo sua receita reduziu 14% ano a ano. Para o PS5, a Sony destaca que ainda há restrições, como a de viagens de funcionários e a jornada home office, contudo enfatiza que o lançamento chegará ao mercado na época do Natal de 2020.

De acordo com o comunicado, as vendas de jogos baixados e assinaturas do PlayStation Now e PS Plus “aumentaram sensivelmente”, porém não apresentaram números reais.

PS5

A Sony revelou em março as especificações técnicas do videogame, que incluem:

CPU: 8x Zen 2 em 3.5 Ghz

GPU: 10.28 TFLOPs, 36 CUs

16 GB de RAM

Armazenamento: 825GB SSD

Leitor de discos: 4K UHD Blu-ray Drive

O console da próxima geração chegará com o novo DualSense para substituir o DualShock. O novo joystick terá sensores hápticos e design mais ergonômico.

Sony Studios

A companhia japonesa também apresentou um vídeo com a nova marca que irá unificar seus títulos originais: PlayStation Studios, prevista para ser lançada no fim do ano juntamente com novo console. A ideia é unir todos os jogos desenvolvidos e gerenciados pela Worldwide Studios da Sony Interactive Entertainment.

Eric Lempel, executivo chefe de marketing global da Sony Interactive, ressaltou a importância dos títulos lançados nos últimos anos e a necessidade de uni-los em uma só marca, para que o público saiba que os títulos desta marca oferecem uma experiência inovadora.

Viagem de Entrevista de Sucesso de Duda Melzer

Duda Sirotsky Melzer, conhecido casualmente como Duda Melzer, agrada o setor empresarial brasileiro. Seu sucesso decorreu de seu cargo de CEO do Grupo RBS, uma empresa de mídia na América do Sul. Embora Duda Sirotsky não esteja mais envolvido nas atividades diárias da empresa, ele é Presidente e Presidente do Grupo RBS. No Grupo RBS, Eduardo Sirotsy Melzer criou uma jovem empresa de capital de risco e private equity. A empresa ocupa a maior parte do tempo, pois desvia quase toda a atenção.

Em 2015, recebeu um prêmio como Empreendedor do Ano na categoria de negócios da família Ernest e Young. Mais tarde, em 2015, Duda Sirotsky Melzer recebeu um convite para ingressar na lista de líderes do Cambridge Institute for Family Enterprise. Seu dia começa às 5 da manhã com sessões de treino. Ele não possui nenhuma rotina diária específica de trabalho. Duda Sirotsky valoriza sua família e sempre cria tempo para eles.

Duda Melzer trabalha em estreita colaboração com colegas de confiança, ele sabe que o sucesso é contagioso. Essa noção garante que ele permaneça no topo da escada no setor empresarial. Melzer também está muito focado em formar novos relacionamentos e cultivar relacionamentos de trabalho existentes. Duda Melzer não acredita em procrastinação; ele acredita em agir sobre idéias. As ideias são o que manteve o capital da EB em uma curva de crescimento definida. Seus brilhantes empreendimentos comerciais o ajudaram a perceber que é essencial aumentar a receita, a lucratividade e o objetivo da empresa.

Duda Melzer tem uma mensagem para seu jovem eu; desistir não é permitido; é preciso seguir em frente, apesar dos desafios. Ele também não tem medo de correção; de fato, ele valoriza aqueles que o ajudam a obter melhores resultados em seus projetos. Eduardo Sirotsky aprendeu uma lição valiosa, enquanto no Grupo RBS, que você só deveria competir contra si mesmo. Seus aplicativos favoritos são o calendário e as anotações do iPhone que o ajudam a organizar suas atividades diárias. Seu livro favorito é “Originals”, de Adam Grant, enquanto sua citação favorita é de seu avô, que falou sobre o foco nos crescentes desenvolvimentos tecnológicos.

Duda Melzer, por meio de sua empresa Grupo RBS, acredita que o crescimento no Brasil pode ser significativamente impactado pelo empreendedorismo. Duda observou que percebeu que sua empresa tinha experiência em operar e gerenciar empresas. Portanto, ele decidiu projetar uma plataforma de investimento focada nas empresas de mercado intermediário para ajudar os fundadores no crescimento de suas empresas. Duda também observa que os serviços oferecidos pelo Grupo RBS também se concentram na execução, gerenciamento e operação. Duda Melzer dá vida às idéias através da execução. Ele enfatiza a importância de unir uma equipe de pessoas para dar vida a idéias.

Duda Melzer está empolgado com a forma como as empresas atualmente combinam lucro e buscam com sucesso. Ele observa que as empresas com um objetivo e uma missão fortes obtêm retornos mais altos do que seus colegas. Eduardo Melzer aconselha os empreendedores a se cercarem das pessoas certas, indicando que o hábito o tornou mais produtivo.

Como medir a lealdade do usuário online?

Como medir a lealdade do usuário? A questão pareceria clara. Mas existem muitas soluções para esse problema. O equívoco dos profissionais de marketing: você pode medir a lealdade do usuário apenas se a empresa oferecer um programa de lealdade.

A presença de um programa de fidelidade simplifica a solução da tarefa. Mas existem métodos para medir a lealdade com base no comportamento do usuário.

Como medir a lealdade do usuário? Aqui estão maneiras eficazes de determinar o comprometimento da marca do usuário, independentemente da presença de um programa de fidelidade existente na empresa.

Valor da vida do cliente – valor do consumidor para o cliente reflete o lucro que o usuário trará ao longo de sua vida, e não a receita de uma única compra.

O indicador de valor do cliente reflete melhor a lealdade do cliente, pois seu cálculo leva em consideração indicadores tão importantes quanto a frequência das compras e por quanto tempo os usuários ficam na sua empresa.

Se um usuário compra com frequência e por um longo período de tempo, o nível de sua lealdade pode ser classificado como alto. Embora o CLV não mostre como os usuários são leais à marca no momento, o indicador demonstrará como o nível de lealdade (atitude do usuário em relação à marca) muda com o tempo.

Quando você sabe quantos clientes retornam para você após a primeira compra, você tem uma ideia melhor do nível de lealdade entre os clientes do site. Este indicador caracteriza a situação atual, não uma tendência.

Este indicador demonstra perfeitamente a eficácia das alterações feitas. Portanto, se o nível de constância do usuário aumentou após melhorar a usabilidade, a navegação, a forma de apresentar as notícias e a organização de um catálogo, você está seguindo na direção certa.

Como aumentar a lealdade? Cada usuário possui recursos pessoais que devem ser gastos para fazer uma compra no seu site. Isso é tempo, esforço, dinheiro, emoções. O objetivo de qualquer usuário de um site comercial ou não comercial é conseguir o que deseja com o menor custo. Para aumentar a lealdade do usuário, é necessário:

Reduzir o custo da interação – economize recursos importantes para o usuário – isso é tempo, esforço, dinheiro. Em relação ao site, isso melhora a usabilidade, a navegação simplificada, os níveis reduzidos de aninhamento e o número de cliques para comprar.

Felipe Miranda da Empiricus resume sua compreensão em investimentos

Após a divulgação dos dados acerca do superávit comercial chinês, que decepcionaram consideravelmente o mercado, a primeira reação foi a espera por indícios de que mais estímulos monetários sejam adotados. Pouco tempo depois, o próprio Banco Popular da China declarou que seriam feitos novos incentivos, trazendo uma nova onda de otimismo aos investidores, reporta Felipe Miranda, CEO da Empiricus.

A diminuição no volume das exportações da China, somada a notícia de que o número de novos empregos criados nos Estados Unidos no último trimestre permaneceu abaixo das expectativas, tem sido o bastante para que muitos defendam taxas de juros mais baixos ao redor do globo.

Se isso acontecer e os juros ficarem próximos de um valor negativo nas nações desenvolvidas, os títulos que não pagam yield se tornam mais vantajosos em termos relativos, destaca o CEO da Empiricus. Em outras palavras, é como se fosse possível realizar um carry trade com o ouro. Esse metal, por sua vez, apresentou uma curva acelerada de crescimento, e não por acaso, os maiores bancos centrais estão optando por aumentar em centenas de toneladas as suas reservas internacionais de ouro.

Segundo Felipe Miranda, esse conjunto de fatores leva a crer que é vantajoso acumular o metal precioso, especialmente antes que o mesmo supere o valor de US$ 2 mil por onça. O nome por trás da Empiricus ainda ressalta que a empresa já vem apostando no ouro há bastante tempo, até mesmo antes do metal se tornar manchete em diversos sites de finanças.

No Brasil, caso tenha existido alguma dúvida se o Copom (Comitê de Política Monetária) iria continuar realizando cortes na Selic por conta da valorização do dólar observada a partir de agosto, essa hipótese já está descartada. Os respiros que o real tem dado em alguns pregões e o fato do Fed ter evidenciado que se encontra em uma trajetória de cortes em sua taxa básica são fatores mais do que suficientes para que isso não aconteça.

O IPCA do mês de agosto também se portou de acordo com o esperado, e por isso tudo indica que aSelic irá atingir a porcentagem de 5,0% ao ano ainda em 2019, ou quem sabe até menos, noticia o CEO da Empiricus. Quando os analistas estimavam esses números, muitos consideraram exagero, mas agora que instituições como o Banco Bradesco já indicam essa tendência, resta pouco espaço para qualquer contestação.

Os que precisam de dados e estimativas vindas do exterior podem ainda observar o que foi divulgado pelo Bank of America Merrill Lynch, que também fez projeções parecidas ao longo dos últimos meses.

Para completar a análise sobre o cenário observado, o chamado risco-Brasil, que é medido por contratos de CDS, chegou a atingir a sua cotação mínima de 2019, que foi de 124 pontos base. Algo menor do que não acontecia desde 2013, quando o país ainda era investment grade, destaca Felipe Miranda, CEO da Empiricus. Com base nessa informação, já é possível esperar um upgrade pelas agências de classificação de risco muito em breve.

Por que a arquitetura da informação deve ser a principal prioridade?

Se você estiver redesenhando um site ou criando um novo, preste atenção especial à arquitetura da informação! O principal objetivo de uma arquitetura de informações bem-sucedida é disponibilizar os produtos, serviços e informações em seu site. E o principal objetivo da navegação no site é garantir que o usuário execute várias tarefas. Esses dois componentes são mais importantes para uma experiência positiva do usuário e, no final, afetam a essência do seu site. Afinal, os compradores não podem comprar o que não conseguem encontrar.

Quando o usuário não encontra o conteúdo necessário em seu site, ele sai para outro – Navegação muito complicada e confusa também leva a usuários que partiram. Portanto, ao criar um novo site ou reformar um site antigo, lembre-se de que a arquitetura e a navegação devem estar em destaque durante o processo de desenvolvimento nos negócios online. O que será discutido abaixo são informações importantes que devem ser conhecidas por quem trabalha com o site.

O que é arquitetura da informação? Dentro de um site, a arquitetura da informação é principalmente a categorização, rotulagem, priorização e vinculação adequadas de conteúdo e notícias. Tudo isso é para melhorar a usabilidade e a facilidade de encontrar suas informações. Simplificando, arquitetura clara da informação: Torna o site mais conveniente; Torna as informações no site facilmente acessíveis e promove economia de tempo e dinheiro.

Categorização – As pessoas tendem a combinar informações diferentes de acordo com certos critérios. Aqui estão alguns dos mais populares: por data e hora; alfabeticamente; por tamanho; geograficamente; socialmente; tematicamente; pelo público-alvo; em tarefas; por pontos de vista; para várias combinações dos itens acima.

Um conselho: criar sites com base em estatísticas de palavras-chave, dados de análise e estimativa de PageRank é um dos erros mais graves cometidos pelos desenvolvedores. A pessoa responsável pela arquitetura da informação precisa lembrar que os usuários não categorizam as informações de acordo com esses princípios. Embora esses dados possam ser úteis – concentre-se no usuário.

Marcação – Marcadores são usados ​​para identificar algo. Para fazer isso, eles também usam a palavra “classificação” , o que significa escolher a palavra certa para algo. O marcador de texto deve ser exclusivo e designações confusas podem levar ao fato de que o usuário terá que pular as páginas para frente e para trás, o que, é claro, significa dificuldades em encontrar as informações corretas.

Elementos do design moderno da web

Todos os anos vemos novos elementos de web design. Obviamente, não é necessário usar tudo, mas quanto mais você puder trazer para a sua próxima reformulação, melhor será o seu site. Então você pergunta: O que incluem esses elementos mais recentes e quais são realmente necessários para gerar economia em nosso site?

Tipografia Exclusiva – A maioria das empresas possui sua própria identidade corporativa, que inclui: aparência, tamanho da fonte e design do texto, o que ajuda os clientes a distinguir instantaneamente a empresa dos concorrentes.

Nos últimos anos, o número de fontes que podem ser usadas em sites aumentou significativamente. Os designers agora têm mais opções. A tipografia da New Yorker é reconhecida pelos consumidores em todo o mundo por seu estilo e aparência únicos.

Por que isso é útil? Os designers usam um estilo que acompanha os visitantes do site em diferentes seções. Por exemplo, no site The New Yorker, os visitantes são guiados por seções com base na tipografia e no tamanho da fonte.

Ao criar uma marca, é importante considerar a tipografia. Isso permite que os consumidores reconheçam imediatamente seu site e sua marca.

Design plano – O design plano é conhecido por sua aparência simplificada. Em vez de usar efeitos tridimensionais e outras técnicas de design, o design plano usa ilustrações simples e geralmente vibrantes.

Por que isso é útil? O design plano se concentra no conteúdo da empresa. Isso permite que os usuários reconheçam claramente os principais acentos que o conteúdo carrega, e não o design “moderno”.

Além disso, o design plano é baseado em um estilo minimalista, com grandes espaços, o que torna o site mais limpo e deixa muito espaço livre.

Muitos designers agora tentam não sobrecarregar sites com elementos decorativos e deixar mais espaço livre para que o usuário preste atenção no conteúdo do site, ou seja, em seu conteúdo.

Efeitos suspensos – Os efeitos de foco instantâneo nas seções do site ajudam o usuário a entender onde a página está localizada. Quando você passa o mouse sobre uma parte de um site com efeito de foco, geralmente muda de cor ou configuração e mostra a seção que você está assistindo no momento.

Como segmentar seus clientes?

É difícil alcançar um grupo selecionado de clientes. A seleção apropriada de ferramentas de marketing é difícil e a transição de um grupo de compradores para outro – pode envolver trabalho e investimentos adicionais. A segmentação do mercado é uma maneira de combinar perfeitamente a mensagem publicitária e a oferta comercial ao cliente. Graças a isso, alcançaremos facilmente nossas ofertas para as pessoas interessadas, gerando economia de tempo e dinheiro.

Os fatores que afetam a compra de um bem por um cliente que são diferentes do preço são o recebimento do produto. Indica o contexto em que o produto existe. Aninhado na mente subconsciente do cliente, permite associá-lo mais facilmente à necessidade de compra que aparece. A segmentação de clientes no mundo dos negócios nos permite escolher uma mensagem comercial e de marketing que trará o cliente para nós quando surgir uma necessidade de compra. Apareceremos em sua consciência como uma loja que pode satisfazer seus desejos.

Dependendo da gama de produtos, tentaremos alcançar diferentes grupos-alvo. No entanto, existem lojas ou marcas que direcionam sua oferta para muitos grupos de clientes. Isso pode ser observado principalmente no caso de lojas de roupas e alimentos. Uma quantidade enorme de mercadorias diversas nos obriga espontaneamente a direcionar a oferta a vários destinatários. O conceito de segmentação é baseado na suposição de diversificação e adaptação do marketing às necessidades e expectativas de um determinado grupo de destinatários. O número de segmentos varia de acordo com a diferença entre nossos clientes. No entanto, é raro haver muitos deles e, geralmente, as empresas se concentram apenas em alguns deles.

O que você pode ganhar? Se você realizar a segmentação apropriada, aprenderá as necessidades e hábitos dos clientes atuais, perdidos e potenciais. Graças ao melhor reconhecimento do mercado, é possível ajustar o produto às expectativas dos compradores. A segmentação também melhora a eficácia das mensagens e notícias publicitárias e as adapta ao orçamento atual. Além disso, a segmentação pode ajudá-lo a diversificar sua receita em um momento mais difícil, alterando o foco em grupos mais lucrativos em um determinado período. Pesquisas mostram que, durante períodos de desaceleração, os clientes reduzem claramente os gastos do consumidor. Isso implica a necessidade de alcançar apenas um ou dois dos grupos mais lucrativos. Os custos de segmentação são relativamente baixos se os combinarmos com novos clientes e uma injeção de dinheiro que podemos receber dele.