Uma refinaria de petróleo pode ser construída no Maranhão por uma companhia chinesa

Márcio Felix, secretário do Ministério de Minas e Energia, declarou que uma companhia chinesa está para começar a construção de uma refinaria no estado do Maranhão. Ele contou que essa é uma iniciativa privada e que vai utilizar o óleo que é exportado para o território chinês e ao invés de mandar para lá, a China vai fazer a exportação desse óleo para o Irã e o óleo produzido por ela aqui no país, vai ser processado e vai abastecer o mercado nacional.

O local discutido com o governo do estado para a construção da refinaria, de acordo com o secretário, é o mesmo em que a Petrobrás fez um serviço de terraplanagem, que visava a construção de uma refinaria, mas o empreendimento foi suspenso e o terreno foi restituído para o governo maranhense.

O secretário evitou dar mais detalhes, mas disse que integrantes do Ministério de Minas Energia juntamente com empresários da China, foram ao local nessa última semana. Apesar de ainda estar em fase de negociação, Márcio Felix diz que o objetivo é de que esse projeto seja finalizado ainda na gestão atual, já que o ministro Fernando Coelho Filho provavelmente deixará o ministério em abril.

De acordo com Márcio Felix, os recursos necessários para a realização desse projeto devem ficar em torno de US$ 7 bilhões a US$ 10 bilhões, sendo que uma pequena parte deverá ser através de um financiamento do BNDES.

Mesmo pressionado o secretário não adiantou o nome da empresa chinesa que está interessada na construção da refinaria. Mas ele revelou que ela é uma das empresas petrolíferas da China que já atuam no mercado nacional. Ele completou que por enquanto não existe previsão da participação da estatal brasileira, mas que se a Petrobras mostrar algum interesse, ela será bem-vinda.

Com a construção dessa refinaria, segundo o secretário, poderão ser processados cerca de 300 mil barris de petróleo diários. Ele ainda disse que esse projeto será de grande importância para a economia nacional, principalmente para o setor de gás e óleo.

O governo irá apontar os integrantes da comissão dentro de alguns dias, que ao lado da Petrobras irão procurar acabar com os debates sobre a  cessão onerosa.  O objetivo é que uma saída seja encontrada antes do final desse ano.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *