Um estudo enfatiza que gestões familiares são prejudiciais às empresas

Resultado de imagem para empresas familiares

É possível apontar mais vantagens do que desvantagens em ter uma empresa familiar, mas é importante deixar claro que são esses tipos de negócios que trazem maiores desafios e tendem a ser complexos. Levando em conta todo o aspecto psicológico de se trabalhar em família, é importante frisar que o ego e a posição hierárquica familiar, poderão influenciar a administração desta empresa.

Um estudo realizado pela Tintas MC, aponta para um percentual de 12% de negócios administrados por membros de uma mesma família conseguirem chegar a terceira geração, sendo que somente 1% consegue atingir a quinta geração. O diretor de estratégias de marketing Renato Sá, aponta para os pontos que devem ser considerados nesta questão:

Meritocracia – Sendo um dos piores e mais comuns dos erros que acometem empresas administradas por membros de uma mesma família. “Para ocupar um cargo de responsabilidade é preciso capacidade. Desta forma, deve haver uma vaga tanto para uma pessoa de fora quanto para um membro da família”.

Profissionais especializados – Existirá sempre a necessidade de profissionais especializados relacionados com a gestão da empresa. É importante a empresa buscar suprir essa necessidade de profissionalismo fora da hierarquia familiar. Neste caso, os apelos emocionais e as limitações entre os membros da família serão superados, mas é importante frisar que esse profissional deverá ter a carta branca necessária para o exercício de suas funções, como a demissão de um dos membros da família.

Assuntos pessoais e profissionais – Os assuntos que acabam sendo tratados dentro do âmbito empresarial devem ser voltados para a empresa e sua expansão. Problemas familiares devem ser resolvidos fora do ambiente de trabalho. “Um grande erro é levar os problemas da empresa para a família, mas o maior é levar os problemas familiares para a empresa”.

Estratégias – As decisões tomadas dentro da empresa devem seguir livres de apelos sentimentais ligados aos membros da família. Toda a estratégia deve ser traçada com profissionalismo e deve ser mantida assim. Um exemplo citado por Renato, é quando as opiniões de irmãos, pais ou filhos não estão de acordo. A competitividade de ideias deve ser deixada de lado e a visão voltada para a empresa deve ser focada em primeiro lugar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *