Modelo revolucionário de cultivo de alimentos é criado por uma empresa

Além de produzir cozinhas projetadas para os seus clientes, a varejista Ikea pensa em formas de inovar com o foco em ajudar os seus clientes. Ela passou a focar também na produção de alimentos voltados para os seus clientes, mas pensou em proporcionar a possibilidade de o próprio cliente produzir os seus alimentos. Em vista disso a Ikea desenvolveu o Lokal, uma espécie de horta vertical onde o cliente poderá cultivar vegetais dentro de sua própria casa.

Esse modelo de fazenda que está sendo implantado pela Ikea irá democratizar a forma de cultivo e dará o poder de escolha para o consumidor final: comprar de quem produz ou passar a produzir os seus próprios alimentos.

O laboratório responsável por desenvolver o protótipo é o Space 10 da Ikea, sendo que o Lokal foi pensado na modalidade de cultivo hidropônico, e traz a utilização de LED para as bandejas que se dispõem empilhadas. Os criadores desse tipo de designer apontam que a produção gerada pelo Lokal é três vezes mais efetiva e rápida do que o modo tradicional. É interessante frisar que a produção dos alimentos realizados no Lokal utiliza 90% menos água em comparação com as produções tradicionais.

As bandejas passam por testes para melhorias e estão sendo instalados sensores nestas bandejas, que mostrarão para o cliente relatórios constantes sobre a produção. Com isso ele poderá acompanhar a taxa de crescimento dos alimentos, as estimativas de colheita e a qualidade da produção que está sendo cultivada. Essas informações poderão chegar no smartphone do cliente através do Google Home.

A ideia de comercializar os sensores utilizados no Lokal para os produtores tradicionais está sendo estudada pela empresa. O fato de um produtor conseguir através de um smartphone acessar dados precisos de sua produção é algo inovador e de muito impacto.

O que ainda está sendo discutido pela empresa é se a produção do Lokal irá ser também destinada a produtores comerciais. Segundo Michael La Cour, diretor dos serviços de comida da Ikea, esse projeto é inovador e merece passar por um desenvolvimento e amadurecimento maior para ser comercializado no varejo.

“O projeto está em fase de teste, e vem demonstrando ótimos resultados. Ele precisa passar por algumas modificações, como a instalação dos sensores nas bandejas e ser revisto para que público irá atender melhor”, diz o diretor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *