2 hábitos essenciais para a saúde financeira de pequenos negócios

Image result for saude financeira

No Brasil, é comum encontrar donos de pequenos negócios que fazem o conhecido “fiado” para seus clientes e que trabalham tanto quanto seus próprios empregados.

Mas apesar de frequentes, estes hábitos acabam por prejudicar a saúde financeira do negócio. O fiado diminui o faturamento e cria prejuízos, pois o empreendedor tem gastos mensais como melhorias ou manutenção de estrutura, investimento no produto ou serviço oferecido e pagamento de salários de funcionários. E vender fiado consiste basicamente em transferir um produto ou serviço e não ter retorno sobre ele.

Quanto ao trabalho em excesso, este está muito longe de ser um sinal de produtividade e eficiência. O empreendedor já tem vários assuntos a resolver durante o dia. E trabalhar em tarefas que poderiam ser executadas por seus funcionários gasta tempo que poderia ser usado para lidar com problemas que somente o dono pode solucionar.

Se você costuma atuar dessa maneira, veja a seguir como mudar esta realidade e melhorar a saúde financeira do seu negócio.

Livre-se do fiado

O fiado se torna um ciclo vicioso, pois o empreendedor pode passar até meses esperando o pagamento e nunca desiste de receber porque precisa do dinheiro.

No entanto, a dica aqui é perdoar todos os fiados. Entre em contato com os clientes que não pagaram até hoje e informe-os que você irá zerar suas contas e que a partir de agora, você não praticará mais fiado em seu negócio.

O cliente não terá outra saída a não ser aceitar, pois sua intenção não é de pagar, mas sim de arrastar ainda mais o saldo devedor. E se ele realmente quiser consumir novamente o que você oferece, irá pagar como qualquer cliente normal.

E mesmo que não retorne, veja da seguinte maneira: perder um cliente que consome e não paga é um alívio para o balanço geral das contas do negócio, pois o prejuízo será menor que não ter clientes.

Delegue tarefas aos seus empregados

O seu tempo é precioso, logo, você deve usá-lo para fazer aquilo que só pode ser feito por você. O empreendedor pode sim monitorar a qualidade dos serviços prestados pelos funcionários, mas trabalhar como se fosse um funcionário está fora de questão.

Ao delegar tarefas a equipe terá a oportunidade de trabalhar em conjunto e aumentar o nível de cooperação e, à medida que o seu negócio se expandir, será possível contratar mais funcionários para que você distribua mais tarefas e o trabalho não fique pesado para ninguém.

Lembre-se, como dono do negócio, sua principal função é gerenciar e liderar. Você pode encontrar várias dicas sobre como administrar uma empresa de maneira eficiente na revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *