Por que a música de uma loja influencia os clientes a comprar mais?

Resultado de imagem para Por que a música de uma loja influencia

O chamado sound branding é um importante aliado na hora de aumentar o consumo

Talvez, você nunca tenha parado para pensar em como uma loja pode depender de uma trilha sonora para atrair mais o consumidor, certo? Isso porque muitos não conhecem o termo sound branding, uma técnica já usada em alguns estabelecimentos e que visa manter o cliente mais tempo na loja para comprar mais.

Sound branding é uma técnica usada para reforçar a identidade de sua marca e fidelizar clientes por meio de avisos sonoros ou músicas ambiente. Pode ser em lojas de departamento, restaurante ou em uma lanchonete. Todos podem – e deveriam – fazer uso dessa tática.

Porém, não basta o proprietário incluir um som que ele curte; é preciso que a música combine com a marca, com o público-alvo. Uma loja de brinquedos não tocará Guns N’ Roses; rock combina mais com uma loja de esportes, correto? Associar a marca a uma música inapropriada pode levar o negócio a perder até 28% de suas vendas e o rendimento dos funcionários pode cair até 60% em função do impacto sonoro.

Então, como fazer?
O primeiro passo é incluir o áudio como parte das estratégias de venda. Estudar o sound branding exatamente como uma empresa de branding, ou seja, estudar a marca, conhecer o público-alvo, pesquisar as suas necessidades, mas sempre indo adiante, adicionando a personalidade desse público.

Saber conquistar o cliente por meio da música não é tarefa só do grande comércio. O áudio em canais de teleatendimento, chamadas em lojas, vinhetas das marcas na TV ou nas mídias sociais são de grande importância para chamar atenção e atrair o cliente.

O ritmo da música também influi. Segundo o gerente de marketing do grupo Afeet, Ivã Carrilho, se o negócio tem uma rotatividade muito grande, como fast-food ou lojas de R$ 1,99, músicas animadas estimulam as compras por impulso. Já as músicas mais suaves contribuem para o consumidor ficar mais tempo na loja, enquanto toma a decisão de comprar ou não. Quase sempre, compram, principalmente se for uma loja de produtos caros.

Outro ponto a ser destacado são os posts sonoros, aquelas mensagens que interrompem a música para falar sobre promoções e outros serviços oferecidos.

Mas é importante tomar cuidado para não irritar a clientela; enviar mensagens com um curto espaço de tempo, se o seu negócio implica em fazer o cliente ficar mais tempo, como um restaurante, é uma péssima ideia. E mensagens espaçadas para um estabelecimento que exige maior demanda, ou seja, o cliente fica por poucos minutos, também não é uma boa estratégia. O ideal, nesse último caso, é priorizar as informações que você quer passar para o cliente.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *