5 tipos de negócios para empreender com pouco dinheiro

 

Image result for 5 tipos de negócios para empreender com pouco dinheiro

Ser o dono do próprio negócio é o desejo de milhares de brasileiros. Porém, mesmo com a veia do empreendedorismo latente, muita gente deixa de dar o primeiro passo por conta do orçamento apertado. Em um cenário econômico fragilizado, o medo de empreender e arriscar as economias é ainda maior.

Contudo, existem tipos de negócio que necessitam de pouco ou quase nenhum investimento para serem estabelecidos, apresentando menores riscos ao empreendedor. E para quem está pensando em empreender com pouco dinheiro, confira alguns modelos ideais para esse cenário:

  1. Prestação de serviços

Serviços como jardinagem, limpeza residencial, passear com cães, pintura e prestação de serviços em geral, sempre terá uma grande demanda no mercado. E não é necessário um grande investimento para começar.

O empreendedor deverá pesquisar e identificar quais são os serviços com maior demanda em sua região e passar a oferecê-los para vizinhos e parentes. A criação de uma página no Facebook será essencial para divulgar os serviços e atrair mais clientes.

  1. Comida saudável

As pessoas estão cada vez mais preocupadas em obter uma alimentação saudável. Porém, por passarem muito tempo fora de casa, muitas vezes não conseguem manter uma dieta equilibrada.

A ideia é oferecer apenas comidas saudáveis, como pratos nutritivos e saladas variadas. É uma demanda que paga bem por produtos de qualidade e que, muitas vezes, não é atendida da forma que gostaria. O investimento é baixo, porém é muito importante prezar pela qualidade e higiene para manter uma clientela fiel.

  1. Consultoria

Um modelo de negócios lucrativo e que requer pouco investimento inicial é a consultoria. Se o empreendedor possuir uma grande experiência profissional e/ou expertise em um determinado assunto, é possível dar consultas para empresas e profissionais liberais cobrando por hora.

Por exemplo: empreendedores que possuem bagagem na área de vendas, poderá oferecer consultas para pequenas e médias empresas que desejam aumentar seus resultados.

  1. Revenda

Trabalhar com revenda de produtos é muito simples. O empreendedor trabalhará com produtos de outras empresas/marcas, tendo que revendê-los para obter o lucro.

Há várias opções em diferentes áreas de atuação: desde roupas importadas, perfumaria a artigos eletrônicos. Nessa opção, o investimento também é baixo ou quase nenhum, com a possibilidade do empreendedor se tornar um atacadista caso o negócio prospere.

  1. Consertos e reparos

Caso o empreendedor tenha a habilidade de realizar reparos e consertos domésticos, poderá criar um negócio especializado nesses tipos de atividade. Assim como na prestação de serviços, não é necessário um investimento inicial grande. Como a demanda é constante, as chances de lucro dependerão dos tipos de reparos e consertos oferecidos a seus clientes.

 

Tornando-se um empreendedor: conscientização, planejamento e divulgação

Image result for empreendedor

Com a alta taxa de desemprego no Brasil, que ultrapassa 12 milhões de pessoas, muitos indivíduos almejam conseguir uma forma de lucro abrindo seu próprio negócio, com isso, percebeu-se um aumento significativo na abertura de novas empresas no país. Ser independente e obter um alto lucro são um dos motivos que estimulam as pessoas a criar sua própria empresa, pois, com a criação de um negócio próprio, é possível ter maior flexibilidade e fazer suas próprias escolhas. Porém, ser um empreendedor requer grandes responsabilidades, muito trabalho e dedicação.

Antes da abertura da empresa, recomenda-se um planejamento, para que os gastos, os riscos e os problemas enfrentados possam ser reduzidos. É sempre indicada uma preparação, fazendo cursos que o capacite e dialogando com outros empreendedores, pois, muitos erros cometidos por empresários podem causar grandes prejuízos à empresa, podendo muitas vezes leva-la à falência.

Mas, o que é ser um empreendedor?

De acordo com o dicionário Aurélio, empreender é “Intentar; levar a efeito; dar princípio a (uma empresa)”. Um empreendedor busca criar algo inovador e criativo, ter novas ideias e aprimora-las, buscando assim, independência e autorrealização.

Marketing estratégico

Planejar e investir em um plano de marketing é essencial para moldar a forma como a empresa é vista pelo público, apresentar uma imagem ecologicamente responsável, com destaque para inovação e diminuição de danos ao meio ambiente, pode melhorar a reputação da empresa. Com a internet cada vez mais integrada nos hábitos cotidianos das pessoas, percebe-se cada vez mais sua utilização para divulgação de produtos e serviços pelas empresas, que, antes disso, é essencial que conheçam profundamente o púbico alvo ao qual se destina o produto, e considerem suas sugestões e opiniões. O estudo de mercado também é muito importante no aprimoramento das estratégias de marketing, pois, com isso, será possível conhecer a concorrência e o ambiente à sua volta.

Responsabilidade socioambiental

Preocupar-se e investir em práticas que contribuem para melhoraria da qualidade de vida da sociedade, adotando práticas e comportamentos que promovam o bem-estar social externo e interno, e diminuam os impactos ambientais é também essencial para atrair a atenção e preferência do cliente que se preocupa com a responsabilidade socioambiental. Com um público cada vez mais consciente devido ao maior destaque mundial aos impactos ambientais, é exigido cada vez mais a sustentabilidade nas empresas, preocupando-se com o meio ambiente, usando os recursos de forma consciente e diminuindo os impactos de suas atividades, produtos e serviços. Com isso, a adoção práticas sustentáveis no dia-dia da empresa pode fazer uma grande diferença em longo prazo, tanto em relação à minimização de impactos, quanto à redução de gastos na empresa e aumento dos lucros.

 

Alexandre Gama expôs seus grandes trabalhos publicitários no Museu de Arte da FAAP

O trabalho de um publicitário é cercado de três principais elementos artísticos que despertam a criatividade profissional: imagem, palavra e música.

E foi para demonstrar o poder criativo destas vertentes, que Alexandre Gama, publicitário levou suas principais criações ao Museu de Arte Brasileira da FAAP.

De olhos fixos no que chama de “santíssima trindade” nas atividades que envolvem a comunicação, Alexandre Gama, um dos principais publicitários do país, colocou à disposição do público sua exposição intitulada “Ideia e Forma”.

Na exposição, o publicitário reuniu algumas das principais peças publicitárias criadas tanto por ele, quanto pelo time de criativos de sua agência, a Neogama, que conta com inúmeros sucessos juntos aos clientes e ao público.

Mirando casa peça exposta, é possível entender ainda melhor como a publicidade trabalha para chamar a atenção nos meios onde está presente, bem como lembrar de algumas abordagens que marcaram as últimas décadas do país.

Com esta abordagem, o museu abre as portas para uma tendência que vem conquistando cada vez mais espaço no mundo: o de garantir espaços para exposições que vão além de mostras plásticas, oferecendo a oportunidade para criativos sobre moda e design exibirem seus trabalhos.

Embora isso já ocorra em diversos museus e centros culturais e artísticos de todo o mundo, o Brasil ainda caminha a passos lentos, sendo bastante conservador quando se trata de comunicação e da arte aplicada.

A arte aplicada traz como principal conceito a utilização de elementos do cinema, música, literatura e fotografia em peças publicitárias, sejam impressas ou em filme. Para chegar aos resultados, Alexandre Gama contou que traz para si a necessidade de ver a comunicação como meio de gerar percepção por meio de recursos artísticos.

Feliz por expor na faculdade onde se formou como publicitário, em 1981, o expositor mostrava especial entusiasmo com a ótima média de visitação durante o período de 21 de março a 20 de abril, com entrada franca.

Para chegar às peças escolhidas, Alexandre Gama selecionou trabalhos onde atuou como autor, coautor ou diretor de arte. A organização fugiu de qualquer ordem cronológica, evidenciando abordagens em anúncios impressos, vídeos, livros, fotografias, maquetes e projeções.

Um dos principais destaques que a mostra traz foi um grande trabalho realizado para a Umbro, marca de artigos esportivos. Nessas peças, grandes fotógrafos usam imagens onde o futebol é visto em qualquer situação, com bom humor. O principal conceito foi o de ver o futebol nos momentos mais incomuns, como, por exemplo, na imagem onde um garoto emburrado aparece na banheira e, acima desta imagem, a legenda “Para nós, é um lateral que o juiz mandou mais cedo para o chuveiro”.

Momentos históricos do país, como a visita do Papa João Paulo II, em 1992, foram retratados com maestria publicitária, como na ocasião em que um seguro Itaú Seguros teve de ser solicitado para o papamóvel. Na legenda, o texto simples e de argumento infalível: “Nem o Papa deixa tudo nas mãos de Deus”.

Entre tantas outras abordagens, Alexandre Gama mostra que a publicidade é um meio não só de profissionais que buscam inspirações, mas, que também inspiram.

Orientações para se sair bem em um mercado saturado

Quando um mercado está saturado existem possibilidades de que haja espaço para um empreendedor que saiba identificar as principais oportunidades que fazem existir tanta oferta em um determinado setor. Para não perder a parte da fatia do bolo, é importante estar atento em determinadas estratégias que possam gerar um impacto positivo e trazer um diferencial para o público-alvo de um determinado serviço ou produto.

Nem sempre é fácil entrar em um mercado que está competitivo, mas um planejamento eficiente pode ajudar o empreendedor a estar preparado para os desafios que virão para alcançar o sucesso em uma área que aparentemente não tem mais espaço para novatos.

Uma das maneiras de se destacar é a especialização dentro de um setor, por exemplo o de comida. O empreendedor pode ter o foco em um determinado tipo de comida como pratos típicos do nordeste, desse modo, o público terá uma opção mais especializada nesse tipo de comida que trará consumidores ao restaurante especializado nesse ramo. Competir com todas as categorias de alimento tornará o trabalho mais árduo e menos específico, o que exige um maior esforço no gerenciamento dos recursos.

Quando um serviço ou um produto novo chegam ao mercado, é importante se destacar por proporcionar uma qualidade superior do que já é oferecido no mercado, esse será um ponto crucial para chamar atenção de um público que está acostumado com um padrão que foi estabelecido pelo mercado. Fazer o mesmo que já está sendo feito não fará que os clientes se interessem pelo o que já existe no mercado.

Alcançar os clientes através de um planejamento de comunicação torna mais conhecida a empresa ao mesmo tempo que uma imagem do serviço ou produto está sendo gerada. Investir em diversos meios de comunicação pode influenciar novos clientes a conhecerem e consumirem o que está sendo oferecido. Propagandas em redes sociais, na internet e em anúncios direcionados poderão fazer a imagem da empresa e atrair um público que busca novidades.

Para quem ainda não sabe em que ramo atuar, uma franquia é uma boa opção para começar. Investir em um modelo que deu certo é uma ótima maneira de iniciar um negócio, pois muitas orientações e a experiência do franqueado ajudarão a formar um negócio que tem chances de sucesso.

Estar atento no que está acontecendo de inovador no mercado é uma forma de surgir com um produto ou serviço que já está sendo usado mas que tem um diferencial ligado ao que existe de mais moderno. Com a ajuda de um profissional que possa orientar como entrar no mercado, haverá um apoio especializado que saberá identificar e auxiliar nas melhores decisões quando se trata de se sobrepor ao que já está sendo oferecido de forma massiva.