Crise econômica ajuda a ascender novas marcas e compras pela internet

Image result for comprasonline

A troca de marcas, carona compartilhada e hábitos sustentáveis são alguns dos métodos usados pelo consumidor, aponta pesquisa

Quando a crise econômica afetou o País, o consumidor de baixa renda se viu obrigado a mudar os hábitos, como cortar os gastos e trocar um item por outro, mas o que era algo difícil de fazer, acabou transformando-se no novo cenário da economia.

Menos preso às marcas, o consumidor opta por aquelas mais baratas, mas de qualidade semelhante, por isso, até mesmo as grandes marcas foram substituídas por outras mais em conta, para não perder a clientela.

Mas segundo o especialista em marketing e cofundador do Movimento Ímpar, Raoni Pereira, os clientes sofrem maior resistência para trocar a marca de eletrodomésticos e carros, por exemplo, já que são bens duráveis e precisam de uma boa pesquisa.

16% do consumidor das classes C, D e E optaram por hábitos sustentáveis

A crise dos últimos anos acabou favorecendo a sustentabilidade, levando as pessoas a cortar serviços de menor importância para obter hábitos que favorecem o meio ambiente. E não é só as classes C, D e E; as classes mais altas também estão valorizando o dinheiro, optando pelo cashback (quando o cliente tem parte do valor gasto na compra).

Além disso, outros hábitos de consumo como caronas compartilhadas, produtos usados e até a troca do cinema pela TV ou Netflix estão entre as mudanças. Essa troca acabou afetando o setor do cinema. É o que afirma uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a queda de 5% do faturamento nesse setor em 2016.

Compras via internet crescem no país

Além de mais pesquisa, o consumidor viu nas compras online uma oportunidade de economizar sem sair de casa. Só em 2016, segundo dados do mercado virtual, o comércio eletrônico teve um faturamento de mais de 7%. 48 milhões de brasileiros compraram alguma vez pela internet no ano passado, desde produtos de supermercados até plantas.

O aumento de compras pelo celular também aumentou; 21,5% dos brasileiros já utilizam o smartphone para fazer todo tipo de compra por ser mais prático e, dependendo, mais barato.

A avaliação, segundo dados da mesma pesquisa, é que as vendas online cresçam cada vez mais nos próximos anos, afastando a temida crise econômica.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *