Flavio Maluf noticia sobre incidente com a United e a queda nas ações da empresa

A United Continental Holdings, que é a responsável pela administração da United Airlines, despencou na bolsa de valores dos Estados Unidos depois da grande repercussão negativa gerada por um vídeo em que um passageiro da companhia área é arrastado por policiais para fora do avião, reporta o presidente das empresas Eucatex, Flavio Maluf.

Em um determinado momento, as ações da empresa caíram mais de 4%. Antes da confusão acontecer, o valor de mercado da United Continental Holdings era de cerca de US$ 22,5 bilhões de dólares, o que representa uma perda substancial de quase US$ 850 milhões para a empresa, a qual tem sido motivo de grande preocupação por parte dos acionistas da United.

Essa situação com o passageiro arrastado da aeronave ocorreu no dia 9 de abril, durante um vôo que sairia de Chicago para Louisville. Na ocasião, a companha aérea teria vendido mais passagens do que assentos, e por essa razão, solicitou que alguns voluntários desistissem desse voo para viajar apenas no dia seguinte, mas nenhum dos passageiros se ofereceu para isso, noticia Flavio Maluf.

Passageiros presentes no voo informaram a imprensa que a United primeiramente ofereceu a quantia de US$ 400 somada a uma diária em um hotel de Chicago para as pessoas que aceitassem deixar a aeronave e embarcarem no dia seguinte. Ao ver que ninguém aceitou a oferta, a companhia aérea aumentou a proposta para US$ 800, sem sucesso. Durante todo esse processo, a empresa ainda chegou a fazer algumas ameaças, declarando que o avião não levantaria voo caso a situação não se resolvesse, noticia empresário Flavio Maluf.

Os funcionários da companhia aérea optaram então por escolher aleatoriamente os passageiros que deveriam sair do voo. Um desses passageiros, que segundo o jornal The Courier-Journal, se chama David Hao e possui 69 anos, se recusou a abandonar a aeronave, alegando ter compromissos importantes no dia seguinte. De acordo com informações da Business Insider, ao ser arrastado de forma bruta, o passageiro teve alguns ferimentos no rosto e precisou ser encaminhado ao hospital.

Depois de toda a repercussão negativa, Oscar Muñoz, CEO da United Airlines, fez uma declaração pedindo desculpas pelo mal-entendido e disse que a empresa está tentando contatar o passageiro. Ainda segundo ele, a companhia aérea está trabalhando em conjunto com as autoridades para descobrir em detalhes tudo o que aconteceu nesse caso, informa Flavio Maluf.

De acordo com um comunicado oficial feito pelo Departamento de Aviação da cidade de Chicago, o policial que aparece arrastando o passageiro nas imagens que circulam pela internet foi afastado, pelo menos de modo temporário, enquanto é feita uma revisão detalhada da situação.

O vídeo, que já possui milhões de acessos e se tornou um dos assuntos mais comentados pela imprensa internacional, foi gravado por outros passageiros da aeronave e demonstra o exato momento em que a polícia retira à força David Hao e o arrasta pelo corredor do avião. Durante a gravação, é possível identificar a revolta de várias pessoas que presenciavam a situação devido a violência utilizada pelos policiais, reporta Flavio Maluf.

 

Fonte

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *